Início >> Noticia >> Palestras sobre segurança alimentar para mulheres são realizadas na Região Metropolitana
  • Increase
  • Decrease

Current Size: 100%

Palestras sobre segurança alimentar para mulheres são realizadas na Região Metropolitana

Realizar palestras e levar informações sobre alimentação saudável para as mulheres em diferentes pontos da Região Metropolitana de Belém é um dos objetivos da Diretoria de Segurança Alimentar e Nutricional (DISAN) durante a Semana da Mulher.  O primeiro dia da programação foi realizado na tarde dessa terça-feira, 12, na Catedral da Família no bairro do Guamá e segue até o próximo dia 15 de março.

A palestra foca na utilização de alimentos industrializados e os riscos para a saúde. “Eu apresento os componentes e os riscos que os alimentos podem ocasionar na saúde da mulher numa visão industrial, além do consumo excessivo no dia a dia”, explica a engenheira de alimentos da SEASTER, Mirian Damião.

O público alvo são as mulheres, mas o consumo desses alimentos é realizado por pessoas de todas as faixas etárias. “Nós estamos trabalhando com o consumo feminino, mas também na orientação para as crianças, já que elas fazem uso de alimentos que os pais oferecem. Então, os adultos conscientes promovem hábitos saudáveis nas crianças, o que os previnem de doenças futuras ocasionadas pelo consumo em excesso desses alimentos”, diz Mirian.  

As primeiras palestras estão sendo realizadas na grande Belém, e posteriormente serão realizadas nas demais regiões do Pará. “Nós estamos trabalhando a semana da mulher em diferentes lugares, nós queremos levar informação para os territórios de pacificação. O nosso primeiro foco é atuar na área metropolitana dentro dos CRAS e Abrigos de Belém, Ananindeua e Marituba e depois vamos levar as palestras sobre segurança alimentar para os demais municípios”, explica a diretora da DISAN, Nazaré Costa.

O Programa Territórios de Pacificação do Governo do Estado do Pará tem o intuito de garantir políticas públicas por meio de ações de vários órgãos e secretarias, como saúde, educação, cultura e assistência social, em territórios vulnerabilizados pela violência. “A palestra de hoje está sendo realizada na fronteira de um dos territórios de pacificação. Precisamos fazer o nosso papel e levar ações para a comunidade, pois o índice de diabetes e colesterol alto entre as mulheres é muito grande”, conclui a diretora.

As ações seguem até o final da semana em diversos pontos da Região Metropolitana: na quarta-feira (13/03) no CRAS do Distrito Industrial; na quinta-feira (14/03) no Casa de Passagem Domingos Zahluth; na sexta-feira (15/03) no Abrigo Lar da Providência.

 

Vai para Destaques ?: 
SIM